TJ decreta a ilegalidade de greve e corte de ponto dos docentes

O Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) decretou a ilegalidade do movimento grevista dos professores da rede estadual. A decisão foi assinada pelo desembargador João Alves da Silva, na tarde desta sexta-feira (24). O magistrado determinou o retorno de todos os docentes ao trabalho no prazo máximo de 48h.

O desembargador ainda determinou aplicação de multa diária no valor de R$ 5.000,00, imposta ao Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras em Educação da Paraíba (Sintep) e o corte no ponto dos professores, em caso de descumprimento da decisão.

Print Friendly, PDF & Email


Veja online a situação da Pandemia

^ Ir Para Topo ^