Romero se reúne com catadores e discute pleitos da categoria

romero_reuniao3_408As principais reivindicações dos catadores de materiais reutilizáveis e recicláveis de Campina Grande foram alvo de reunião realizada no auditório do IPSEM entre o prefeito Romero Rodrigues e integrantes daquela categoria. Na companhia do prefeito estava o secretário de Serviços Urbanos e Meio Ambiente (Sesuma), Geraldo Nobre. A reunião contou, ainda, com a presença de representantes dos grupos de catadores, entre eles as associações Arensa e Cavi e as Cooperativas Catamais e Cotramare, além de comitivas dos bairros do Pedregal, Glória, José Pinheiro e Mutirão.

Durante a reunião, foi entregue ao prefeito uma carta com várias reivindicações, a exemplo da garantia de cessão de galpões estruturados para funcionamento das cooperativas e associações de catadores; efetivação do contrato de prestação de serviços com as cooperativas e associações de catadores para o pagamento pelos serviços de coleta seletiva e educação ambiental; garantia de condições de transporte dos materiais coletados pelos catadores e, ainda, a proibição da ação de troca de materiais por desconto, realizada pela empresa Energisa, o que estaria prejudicando a categoria.

O prefeito Romero Rodrigues ouviu atentamente todos os pronunciamentos feitos pelos representantes da categoria, tendo, inclusive, assegurado que este não será o último encontro voltado para a solução dos problemas encaminhados ao poder municipal por parte desses profissionais. Para tanto, vai agendar uma nova reunião a ser realizada dentro de trinta dias para discutir o que foi possível ser feito pela PMCG em prol dos catadores.

Romero destacou que todos os pontos levantados serão estudados com muito zelo por parte dos diversos setores da administração municipal, destacando o esforço do governo municipal para executar o que estabelece o Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos do município de Campina Grande, sob a Lei Complementar n. 087/2014. “Faremos sempre o que for possível, dentro das nossas condições”, destacou o prefeito.

Sobre a construção de galpões para as cooperativas, informou acerca da destinação de um terreno com esta finalidade no bairro Jardim Verdejante, devendo a construção ser feita com o apoio da iniciativa privada, sem descartar a possibilidade de se fazer galpão semelhante em outra área da cidade.

Quanto à questão do contrato de prestação com as cooperativas e associações de catadores para o pagamento pelos serviços de coleta seletiva e educação ambiental, o prefeito confirmou a viabilidade do atendimento desta demanda. “Da minha parte, fica o compromisso do pagamento do material coletado por vocês”, disse.

Em relação à garantia de condições de transporte dos materiais coletados pelos catadores, lembrou que a PMCG já coletou um veículo à disposição da categoria para atendimento desta necessidade. “Queremos, com isso, diminuir as dificuldades e os transtornos da categoria para o exercício desta atividade”, afirmou.

Sobre a proibição da ação de troca de materiais por desconto, realizada pela empresa Energisa, o prefeito Romero Rodrigues se comprometeu em dialogar com a direção daquela companhia energética com o propósito de se achar uma solução para o problema levantado pelos catadores de Campina Grande.

Ao longo da reunião, o prefeito ainda demonstrou aos participantes da reunião que o governo municipal tem posto em prática diversos programas capazes de atender aos interesses dos catadores, citando, entre outros, o Capacitar (voltado à formação profissional) e a construção de casas populares, a exemplo das que estão sendo executadas no futuro Complexo Aluísio Campos, sendo esta uma opção também de moradia para as famílias dos catadores.
PMCG

Print Friendly, PDF & Email


Veja online a situação da Pandemia

^ Ir Para Topo ^