Câmara discute os problemas do Shopping Edson Diniz

Foi realizada nesta quinta-feira na Câmara Municipal de Campina Grande, uma Audiência Pública com o objetivo de debater os problemas enfrentados pelos comerciantes do Shopping Popular Edson Diniz, localizado no centro da cidade. A mesma atendeu propositura dos vereadores camarab408Olímpio Oliveira e Joseildo Alves (Galego do Leite) e teve os trabalhos dirigidos pelo presidente do Poder Legislativo, vereador Antônio Alves Pimentel Filho.

Do debate participaram, além dos vereadores, o presidente do IPSEM, Antônio Hermano de Oliveira, o presidente da Associação do Comerciantes do Shopping, Jobson Alves, o representante da Defesa Civil Ruinter Sousa, representantes do Corpo de Bombeiros e os comerciantes do Edson Diniz. As discussões foram sobre a infraestrutura do prédio, questões relacionadas a sublocações dos boxes e limpeza do ambiente.

O shopping Edson Diniz, popularmente conhecido como “shopping dos camelôs”, possui mais de 200 lojas e foi adquirido, pelo Poder Público Municipal, para os pequenos comerciantes que vendiam seus produtos nas ruas do centro cidade. Hoje o prédio público pertence ao IPSEM. Segundo os vereadores que propuseram a Audiência e deram voz ás reivindicações dos próprios comerciantes, o prédio precisa urgente de uma melhoria na infraestrutura, principalmente na parte elétrica e hidráulica.

Também foi constatado pelo Corpo de Bombeiros, em recente vistoria, várias irregularidades com relação a proteção contra incêndio, o que põe em risco a vida dos comerciantes e da população. Além dos problemas relacionados à infraestrutura, os comerciantes estão preocupados com a invasão de estrangeiros no local, que estão alugando os boxes, o que é proibido segundo o contrato de cessão.

O presidente o IPSEM, Antônio Hermano de Oliveira, disse que nem todas as reivindicações feitas pelos comerciantes é de competência do Instituto de Previdência, pois não existem verbas legal para investimento no prédio, no entanto assegurou que irá procurar outros meios, junto a PMCG para atender as demandas reivindicadas pelos usuários do shopping. Já com relação as sublocações que estão sendo feitas no local, facilitando a invasão de chineseshermanob408 e coreanos, Hermano garantiu que irá tomar todas as providencias legais cabíveis para a retomada dos boxes que foram sublocados. Ele garantiu que não está sendo cogitada por parte do IPSEM a venda do prédio onde funciona a área comercial.

Já com relação a limpeza do local, também reclamada pelo usuários, o presidente do IPSEM disse que é de responsabilidade da Associação dos Comerciantes do Edson Diniz, pois a mesma já cobra uma taxa mensal de cada comerciante para esta finalidade, assim como, já reza no contrato de locação que tal responsabilidade é exclusivamente da Associação. Mesmo assim ele se comprometeu solicitar da Secretaria de Serviços Urbanos um pessoal pra dá apoio na limpeza.

O presidente do Poder Legislativo assim como os demais vereadores, ressaltaram na oportunidade, o interesse em lutar junto aos órgãos públicos competentes para resolver os problemas existentes no shopping popular, principalmente a reforma nos sistemas hidráulico e elétrico.
CMCG

Print Friendly, PDF & Email


Veja online a situação da Pandemia

^ Ir Para Topo ^